Obesidade: entenda qual a função do excesso de peso

obesidade

“Por que não consigo manter o peso ideal? Às vezes sinto que vivo num looping infinito onde mesmo tentando todas as dietas e restrições possíveis, não consigo ter bons resultados contra a obesidade.”

Eu escuto dezenas de queixas como essas entre as pessoas que me procuram para realizar a análise corporal.

Você também se pega pensando que faz “tudo certinho”, segue as dietas e os exercícios, mas não consegue emagrecer? Pois saiba que entender o funcionamento do seu corpo e os traços de caráter que ele carrega pode te dar uma resposta.

Derrotar a obesidade envolve diversas variáveis e não pode ser entendido apenas como um processo, sem considerar as pessoas como sujeitos únicos e diferentes. Em outras palavras, não existe fórmula pronta, e para alguns de nós o combo “dieta + academia” pode não ser o bastante.

Eu tenho certeza que você já viu alguém que está acima do peso e mesmo com dietas milagrosas ou todas as recomendações de exercícios físicos não consegue os resultados esperados. Por que isso ocorre?

O que se vê com frequência hoje são pessoas que querem emagrecer e se esforçam para isso, fazem exercícios físicos, controlam sua alimentação, monitoram seu peso regularmente, em alguns casos tomam medicações, enfim, modificam sua rotina para conquistar seu objetivo – e após algum tempo se veem frustradas porque não alcançaram o que queriam.  

Com certeza você já deve ter ouvido falar de algum método de emagrecimento milagroso e possivelmente já até tentou algum, mas acabou se sentindo impotente por ter gastado dinheiro com soluções inúteis. Pois bem, eu gostaria então de lhe dizer: Não existe um método milagroso para o emagrecimento saudável!

e-book traços de caráter roxo

Emagrecer começa pela mente

Pelo título do artigo você deve estar se perguntando como é possível que o excesso de peso tenha uma função, afinal ele parece apenas causar estragos na sua vida.

É importante ter em mente que o processo de engordar ou emagrecer não é simples. Na realidade ele envolve muitas questões, que na maior parte das vezes não são comentadas e esclarecidas, mas têm influência direta no resultado final.

Uma coisa que você talvez não saiba é que, infelizmente, a grande maioria dos profissionais trabalhando com pessoas que desejam emagrecer não conseguem trazer à tona uma relação entre emagrecimento e processos psicológicos.

Temos visto uma verdadeira guerra contra a obesidade travada dentro das pessoas que querem e precisam emagrecer. Uma guerra onde a mente pede para o corpo que ele cresça, ao mesmo tempo em que busca estratégias, dietas e exercícios para emagrecer. 

Em grande parte, essas pessoas apelam para remédios, muitas vezes clandestinos, e cirurgias que em muitos casos não mantém o corpo pequeno por muito tempo, pois a mente precisa dele grande.

Sim, às vezes a mente precisa de que o corpo seja grande. É algo que pode não fazer sentido, racionalmente, mas você vai entender melhor nesse artigo.

A obesidade e os Traços de Caráter

A personalidade de cada pessoa é formada através de um processo que começa na gravidez da mamãe e vai até os nossos primeiros anos. É a fase na qual obtemos mais informações do mundo, tentando com todas as forças aprender o que é preciso para sobreviver.

Nesse processo, ganhamos várias habilidades para nos guiar pelo mundo, mas todas elas vem com um preço – são como portas que podem nos proteger, mas também podem nos prender.

Existem cinco dessas portas, e na vida de cada pessoa elas vão ter um peso diferente. Nós as chamamos de Traços de Caráter, padrões de personalidade e ação que usamos o tempo inteiro para enxergar ou interagir com a realidade.

Você é uma combinação única dos cinco traços, alguns deles tem muita força na sua vida, enquanto outros não aparecem tanto. Se alguma situação te deixa feliz ou te faz chorar te faz agir ou congelar, dá ou tira sua energia, pode ter certeza que os Traços de Caráter estão presentes.

Para não entrar nos detalhes de cada um e perder o foco na obesidade, eu vou deixar um conteúdo especial sobre os cinco traços, como eles surgem, e quais as características de cada um:

5 Traços de Caráter: Um resumo básico

Em relação à obesidade, nós precisamos olhar com cuidado para dois traços de caráter específicos, que tem uma disposição maior em engordar e mais dificuldade para emagrecer.

Sim, os Traços de Caráter possuem uma enorme influência em nosso corpo – eles fazem algumas pessoas serem bem magrinhas, ajudam outras a ter músculos chamativos, e também podem contribuir para a obesidade.instagram

Proteção, destaque ou força?

Você sabia que o peso extra tem uma função? Vou te contar aqui que uma pessoa só tem excesso de peso porque precisa dele. E enquanto for necessário, vai permanecer.

Proteção: O peso tem a função de nos proteger, muitas vezes. Alguém que passou por alguma situação de abuso sexual pode acabar desenvolvendo um corpo maior e menos atraente para evitar passar por algum abuso novamente. A proteção também é necessária para alguém que tem muito medo de trair seu par, em um relacionamento. Ela também precisa de um corpo menos atraente para ajudar a se proteger de trair o par.

Destaque: O peso a mais ajuda a dar visibilidade a um corpo que não chamaria a atenção e não seria visto. Quando alguém se sente invisível, um corpo maior e mais largo está também cumprindo o seu papel.

Força: A pessoa precisa sente que precisa ser forte, e que muitas pessoas dependem dela. Ela carrega o mundo nas costas e o lixo dos outros, e para segurar todo esse peso, precisa de um corpo maior.

Não adianta tirar do corpo o peso que a mente precisa para sobreviver a ambientes difíceis. Nenhum esforço para tirar o excesso de peso de uma pessoa vai funcionar enquanto uma das 3 funções for necessária.

O traço Oral e a obesidade

O traço de caráter Oral dá ao corpo um formato mais redondo. Isso é visível até mesmo no rosto, que costuma ser bem circular. As pessoas em quem esse traço é forte são muito comunicativas e sensíveis às emoções.

Quando ele se forma, bem no começo da infância, a amamentação é o principal contato do bebê com o mundo, e por isso há uma grande carga de energia na região da boca. Por essa razão, os orais sentem a necessidade de mantê-la ocupada. Isso ocorre, por exemplo, bebendo, fumando e… comendo!

O traço Masoquista e a obesidade

O traço vai se desenvolver na época do desfralde, quando a criança precisa aprender a segurar. Essa atitude, que começa pelas necessidades, pode ser usada também para outras questões, incluindo suas emoções.

A pessoa aprende a não falar muito e guardar tudo para si. Um traço masoquista forte suporta muitas coisas, sofrendo para não fazer o outro sofrer. Podemos dizer que ele faz muito esforço e tem pouco reconhecimento, podendo até se sentir inferior.

Graças ao traço, o corpo fica mais quadrado, duro e pesado, como se tentasse resistir a tudo. Essa resistência pode ser tão grande que, muitas vezes, a pessoa parece estar perto de explodir – até que explode.

Os sentimentos que ele não deixa sair aos poucos vão fugir todos de uma vez, com explosões de raiva ou crises compulsivas, por exemplo. Depois da explosão, o traço faz a pessoa se sentir culpada e guardar ainda mais, gerando um ciclo de pressão e explosões cada vez maiores.

Nos dois casos, é importante ressaltar que a nutrição e os exercícios físicos são de grande valor para combater a obesidade, mas só a partir do momento que a pessoa tiver um conhecimento de si, entendendo como lidar melhor com seu próprio corpo e emoções.

Você pode obter esse conhecimento realizando uma mini-análise gratuita, onde eu mostro quais traços tem mais influência na sua vida, para você usar eles a seu favor – inclusive no emagrecimento!

A auto-observação para vencer a obesidade

A auto-observação é uma forma de entender os processos psicológicos que levam alguém a não conseguir lidar com a obesidade (ou qualquer outro desafio). Quando seguimos esses três passos, fica mais fácil entender o que nos impede de chegar no resultado desejado.

Primeiro passo: Entenda em qual momento você está sentindo uma emoção negativa. No caso do traços Oral essa emoção costuma ser alguma forma de abandono, e para Masoquista é de humilhação.

Segundo passo: A que (ou a quem) essa emoção está ligada? De quem você espera colo e não recebe, por exemplo?

Terceiro passo: Pergunte o seguinte: O que eu ganho estando acima do peso? Por que estou procrastinando lidar com isso? Estou me sentindo bem com esse corpo? Quais benefícios ele pode me trazer?

A resposta do traço Oral forte não será a mesma do Masoquista, ambos tem um corpo maior para lidar com as dores emocionais de suas vidas, mas os motivos são diferentes.

Fazer esse processo de auto-observação nos afasta de cair num estado de saúde deteriorado, pois sabemos que estar acima do peso pode trazer doenças para o corpo e também pode causar uma queda na autoestima, além de ansiedade e depressão.

Nesse processo, uma analista pode acompanhar o seu avanço, mas só você pode identificar o que está se passando na sua mente e usar isso a favor do seu próprio sucesso!

O emagrecimento para cada traço

Você já deve ter escutado que tem uma relação emocional com a comida, mas essa é uma ideia bem vaga. A nossa relação emocional é com o ambiente onde estamos. Ele aproxima ou afasta alguns sentimentos, e a comida é apenas uma forma de lidar com os que nos fazem mal.

Em outras palavras, o seu desejo por um pratão bem cheio não vem da comida no prato. Ele é uma forma de calar medo, raiva, culpa e outras emoções dolorosas.

Sabendo disso, nós podemos avaliar a melhor forma para cada traço vencer a obesidade, pensando na relação única que ele tem com o ambiente, as pessoas ao redor e o próprio corpo marcado por esse traço. Vamos lá?

O que engorda o traço Oral 

Uma pessoa com um traço Oral forte costuma ter o desejo de ser vista, para receber atenção e cuidado. O formato do corpo do oral nos dá uma noção de segurança (no inconsciente), pois faz o outro ter vontade de abraçar, de ser amigo, de ficar próximo.

Além disso, já vimos que esse traço causa um acúmulo de energia na boca, que precisa estar ocupada. Isso ocorre porque, quando bebê, a pessoa tinha necessidades que os pais não podiam entender ou satisfazer. Assim, esse bebê buscava o que podia: o peito da mãe, a chupeta, o brinquedo, para colocar na boca e se distrair.

O fato de não ter as necessidades atendidas também faz o traço Oral buscar respostas na comida, tentando preencher as emoções e o vazio do peito com os alimentos.

É preciso parar e entender como se percebe o mundo, se ainda o vê como um mundo de falta, onde é preciso acumular para não perder tudo na próxima esquina. Isso vale para outras questões, já que o traço Oral também pode levar a beber, fumar, ou até fazer compras em excesso. Há um medo de que algo vá faltar, mas o “vazio” que causa tudo isso não pode ser fechado com algo físico. Ele está na alma, e precisa ser cuidado a partir desse lugar.

Se você já leu os artigos onde falamos sobre o traço Oral, ou a formação de cada traço, sabe que existe uma dor básica ligada a eles.

Para o Oral, essa dor é a do abandono, e ele vai ter medo de ser abandonado independente da situação, pois é a forma de percepção que foi criada em sua vida. Quando sente o medo, ele precisa buscar refúgio em algo, tornando suas reações ainda mais intensas, inclusive na comilança e nos vícios. 

O que engorda o traço Masoquista

Ao contrário do traço Oral, que tem um corpo mais “fofinho”, as formas do traço Masoquista costumam ser mais rígidas e fortes.

Como já vimos, esse é um traço que não gosta de se expor, logo, vai reter tudo com mais facilidade. É um modo de vida que requer muita força para “segurar” as emoções. Seu instinto de proteger todas as pessoas também pode contribuir para um corpo forte.

Um problema que esse traço gera é o de absorver toda a carga emocional das pessoas ao redor. As dores do outro doem nele com muita força, e se juntam às suas próprias questões, já que ele não consegue trazê-las para fora.

Agora se pergunte: Eu preciso ser grande e forte, porque vivo com essa percepção de vida? 

“Talvez você nunca consiga entender o peso que é carregar o lixo dos outros e talvez você nunca entenda o peso que um masoquista sente quando tenta se desfazer do lixo. Aliás quem acha que é necessário ser extremamente forte, não deseja um corpo pequeno”

O seu corpo é estratégico para se adequar à visão que você tem do mundo. No caso do oral, ele cria um corpo mais fofinho para fazer com que as pessoas se sintam confortáveis perto dele. Já o Masoquista tende a ter um corpo maior, porém existe uma força, ele é um “gordinho com músculos”.

A combinação que exige cuidado!

Todos nós somos uma mistura dos cincos traços de caráter. Não existe apenas um traço que guia sua vida, mas uma mistura, onde uns terão mais e outros menos força. No processo de emagrecer, existe uma combinação que se torna ainda mais desafiadora, que é ter muita influência tanto do traço Oral quanto do Masoquista. 

Essa mistura é difícil de se manter na harmonia, justamente porque o masoquista tem uma tendência de reter, segurar o máximo as situações, e evitar a exposição, o oposto ao Oral, que precisa se comunicar para não ter que viver na dor.

Esses dois traços, quando possuem uma combinação mais evidente, costumam viver se jogando nas dores de ambos, sem entender exatamente porque vivem assim. Essa vida em “modos opostos” costuma vir acompanhada de indecisão, insegurança, culpa, dependência emocional e ansiedade.

O Oral necessita do preenchimento, logo, utiliza ainda mais a boca para não ter que viver na dor. Já o Masoquista sente que não deve colocar nada para fora, nem emoções, nem sentimentos, e acaba até mesmo frequentando menos o banheiro. Não é difícil imaginar o quanto essa combinação é favorável à obesidade!

e-book traços de caráter

Luiza, me ajuda a vencer a obesidade?

Emagrecer implica na mudança do seu estilo de vida. Quando pensar em emagrecer não pense em “perder alguns quilos”, o que comumente ocorre. Pense no emagrecimento definitivo, que te traga saúde e bem-estar vivendo no seu próprio corpo. Ao invés de lutar contra ele, usando métodos suspeitos para emagrecer a todo custo, escute o que ele te diz e passe a trabalhar em conjunto, cuidando das necessidades dos traços de caráter.

Se um problema emocional estiver associado à obesidade e não for trabalhado, você estará refém dele. O “inimigo invisível” está ali e é muito mais forte do que você imagina; mas identificado e trabalhado ele sempre perde força.

Análise corporal e emagrecimento

É comum as pessoas que estão com dificuldade de emagrecimento, não conseguem identificar, de fato, quais são os obstáculos para alcançar resultados. Muitas vezes está na percepção que temos do mundo e como lidamos com os problemas.

É na análise corporal que o cliente poderá encontrar as respostas sobre a história e a situação de sua vida. A partir do momento em que você se conhece e consegue enxergar o que é melhor para si, pode mudar e encontrar o real sentido que o seu corpo e as suas ações carregam.

O meu papel, nesse caso, é trazer questionamentos que busquem sua maior compreensão sobre as dificuldades no emagrecimento. Como vimos, os traços de caráter Oral e Masoquista são os que mais sofrem com essas questões. 

A pergunta a se fazer nesses casos é: O que eu quero para a minha vida? Eu posso resolver minha vida para sair da dor em que me encontro? Ao invés de buscar a comida, eu posso buscar meus objetivos, sonhos e metas?

Se você quer dar esse passo para vencer a obesidade, agende agora mesmo a sua mentoria gratuita onde te explico os teus traços e como posso te ajudar!

Para acompanhar também conteúdos em formatos diferentes, você pode conhecer meu Instagram e Youtube.

e-book traços de caráter

ENTENDA SEUS TRAÇOS DE CARÁTER  E APRENDA A SAIR DA DOR

E-BOOK TRAÇOS DE CARÁTER + 2 bônus